Você sabe lidar com a raiva?

imageQuem nunca passou por uma situação inesperada, chata e sentiu-se com raiva depois? A raiva é uma emoção básica que está presente em qualquer ser humano, e tem como função proteger o organismo. Dessa forma, é absolutamente normal senti-la algumas vezes.

O problema passa a existir quando essa raiva é expressa de forma exagerada ou, para que isso não aconteça, o indivíduo a reprime, não dando espaço para que ela apareça. Quando alguém se sente agredido, frustado, incapaz ou desrespeitado, por exemplo, um dos primeiros sentimentos que aparecem é a raiva. Ao senti-la, o corpo se prepara para se defender ou atacar e os pensamentos são alterados, assim como o comportamento o que pode ocasionar uma reação desproporcional à situação.

Quando a raiva passa do limite e o indivíduo acaba se descontrolando, dizemos que ele não soube lidar com essa emoção. E quando a raiva vai embora, sobram a vergonha, o mal-estar,  objetos quebrados, relacionamentos desfeitos, acidentes, e uma sensação muito grande de arrependimento. Por causa disso, muitos tentam sufocar a raiva, escondendo-a por trás de sorrisos falsos, comendo doces exageradamente, jogando ou amassando objetos, praticando algum esporte ou mesmo tornando-se pessoas fechadas ou irônicas.

Quando a raiva fica sendo sufocada ela vai se acumulando e se tornando cada vez mais forte. Por isso, bastará apenas um motivo tolo, para que ela seja totalmente liberada. E aí a pessoa, até então tão controlada, aparecerá frente aos seus familiares e conhecidos totalmente diferente, transtornada, tendo atitudes que não se imaginou que ela fosse capaz. As pessoas não conseguirão entender como algo tão insignificante gerou uma reação tão grande. Mas o problema não foi o fato tolo, mas o acúmulo de raiva que as pessoas a sua volta não conhecem.

Então o que fazer com a raiva? Se não devo expressá-la independente de como ela apareça e não devo reprimi-la, o que fazer? A raiva precisa sim ser expressada e mais do que isso ela precisa ser eliminada do nosso corpo e isso deve ser feito de forma saudável. O que facilitará esse processo é conseguir pensar, racionalizar no momento de raiva. Se você não está sabendo lidar com a sua raiva, está tendo dificuldades de expressá-la procure a ajuda de um psicólogo, pois com a terapia será possível entendermos porque a dificuldade de expressá-la e iremos encontrar uma forma de você fazer isso mais confortavelmente. Até a próxima.

Achou interessante? Compartilhe!
    2 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.