Você pratica a escuta ativa?

site-escuta-ativa-imagemÉ comum ouvirmos falar sobre o “poder” da escuta dos psicólogos. Durante nossa formação somos preparados para ter uma escuta diferenciada, para conseguir estar presente e ouvindo de fato o que o paciente relata e apresenta no seu discurso. Vale ressaltar que além dessa escuta diferenciada existe todo um repertorio teórico que nos permite fazer varias inferências, mas o meu objetivo hoje é falar um pouco da Escuta Ativa uma das ferramentas utilizadas pelos psicólogos.

 Você já se pegou conversando com uma pessoa e ao mesmo em que tempo que ela fala você está planejando a sua resposta, ou pensando na conversa que teve com o seu esposo no momento anterior, ou na quantidade de coisas que você ainda tem para fazer durante o dia? Se a sua resposta for sim, você estava escutando parcialmente o que a outra pessoa estava falando.

Realizar a escuta ativa não é fácil requer grande esforço, pois não estamos habituados a realizá-la. Para praticá-la é preciso manter-se concentrado no que a pessoa esta dizendo e não no que você pretende responder, a sua hora de falar vai chegar. Fazer cara de concentração não é suficiente é preciso estar atento a fala do outro, ouvindo os detalhes do discurso e esvaziar a cabeça, deixar para pensar na feira da semana, na festa do final de semana em outro momento. Nesse momento é preciso preocupar-se apenas com o ouvir.

Praticar a escuta ativa traz grandes benefícios, pois ela gera sentimentos bons com segurança e confiança, estreita os vínculos, pode ser utilizada para mediar conflitos e trazer mais conhecimento das pessoas que vivem ao seu redor. Você, possivelmente, será aquela pessoa que todos gostam de conversar.

Você pode esta pensando, se é tão boa assim essa tal de escuta ativa porque as pessoas não praticam mais? Porque é um ato que exige que saiamos de cena, que naquele momento o mais importante seja ouvir o que o outro tem a dizer, e, por muitas vezes, o egoísmos não nos deixa assumir esse lugar de escuta.

 Dessa forma, vamos tentando nas nossas conversas do dia a dia começar a praticar a escuta ativa, a ficarmos mais atentos ao que os outros estão falando e com isso incluir em nossa vida mais conversar de verdades, mais diálogos. O método da conversa ativa pode ser utilizado em todos os ambientes desde familiares ate os corporativos. Reflita essa possibilidade e comece.

 No próximo post falarei um pouco mais sobre a escuta ativa com as crianças, qual a importância dela para o desenvolvimento dos nossos pequenos? Ate lá.

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.