Você pratica a auto sabotagem?

auto sabotagem imagemDando continuidade a serie de matérias que estão apresentando comportamentos disfuncionais que tende a dificultar e, muitas vezes, ate impossibilitar que aquelas nossas promessas de inicio de ano se cumpra, hoje falaremos sobre Auto Sabotagem ou Boicote, você já ouviu falar?

Sabe aquelas situações que insistem em acontecer mesmo quando nos já prometemos para nos mesmo que não iria mais se repetir? E o que você acharia se eu dissesse que algumas vezes nos estamos inconscientemente favorecendo que essa dita situação se repita?

Esses comportamentos repetitivos trazem ao sujeito uma sensação de infelicidade constante, pois as coisas nunca dão certo e ele tende a acreditar que isso sempre será assim. É comum ouvirmos de pacientes discursos como: “eu não nasci para ser feliz” ou “ nada para mim da certo, não adianta”. Essas pessoas não têm consciência de que elas mesmo estão se auto sabotando e culpam o destino por isso. Esse comportamento se matem porque as pessoas criam resistência ao que é novo, então continuam a repetir ate porque não conhecem a sensação que um comportamento diferente poderia trazer.

Pensamentos negativos também podem tomar o controle e limitar a liberdade para escolher o diferente, pois controlam nosso comportamento. Por exemplo, se um jovem acredita que passar no vestibular é algo ruim, poderá a partir disso fazer de tudo para evitá-lo, como: não se decidindo em escolher uma área, repetindo o ensino médio várias vezes, e assim por diante. Às vezes a pessoa repete o comportamento que já conhece para ficar bem, mesmo sendo algo negativo.

Os auto sabotadores de plantão criam verdades falsas e se sustentam nelas para resistir as propostas de mudanças, mas enquanto o comportamento não for mudado o sujeito continuara a se sentir infeliz e sem conseguir conquistar objetivos que eles relatam como importante.

No processo terapêutico com esses pacientes iremos aos poucos tentar mostrar o quanto eles provocam e influenciam essas situações e o quanto eles são capazes de fazer diferente desde que eles queiram e reconheçam que precisam de ajuda para conseguir. Por isso, se você se reconhece no que apresentamos acima busque ajuda e faça diferente.

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.