Você esta Somatizando?

image Falaremos hoje sobre uma palavra que é do conhecimento de muita gente, mas que, muitas vezes, não é entendida e valorizada como deveria. Você já ouviu alguém dizer que esta sentido dores de cabeça, dor nas costas, no estômago e que já foi para o médico, fez alguns exames e não apareceu nada? Quando isso acontece o paciente deve ser encaminhado para acompanhamento terapêutico, pois dizemos que ele está Somatizando.

Dessa forma dizemos que Somatização são sintomas físicos os quais a medicina não explica a origem e nem constituiu a um quadro clínico específico, eles são de origem emocional. Estes sintomas, normalmente, tem origem em pensamentos disfuncionais e em emoções fortes além do que o sujeito está preparado para lidar.

Vamos falar de um exemplo bem frequente, o caso de uma pessoa que sente taquicardia, o coração disparado e ela vai ao médico achando que está com problema no coração, chegando lá ela faz exames, estes não constatam nada, o médico dispensa o paciente dizendo que ele está bem fisicamente. Os exames não acusam nada porque a pessoa não tem nada fisicamente, o sofrimento físico é um reflexo do sofrimento emocional, que está escondido.

Uma pessoa com somatização apresenta muitas queixas difusas de carácter físico. Embora possa afetar qualquer parte do corpo, os sintomas aparecem mais frequentemente como dores de cabeça, náuseas e vómitos, dor abdominal, menstruações dolorosas, cansaço, perdas de consciência, relações sexuais dolorosas, dentre outros. As pessoas com somatização costumam descrever os seus sintomas de um modo dramático e emotivo, relatando serem esses insuportáveis.

As pessoas com somatização não possuem consciencia de que o seu problema é basicamente psicológico e por isso pressionam os seus médicos para que lhes façam estudos diagnósticos e tratamentos. O médico vê-se obrigado a solicitar muitos exames físicos e análises para determinar se a pessoa tem alguma complicação física que explique os sintomas. As buscas por médicos de várias especialidades são frequentes, na busca de encontrar uma causa física para as dores.

Uma vez que o médico determina que a alteração é psicológica é hora de buscar ajuda de um psicólogo para descobrir de onde vem essa dor que é emocional, como ela não está sendo valorizada o corpo manda em forma de dor física como alerta para o paciente. Com a psicoterapia o paciente irá tratar dessa dor e apresentará melhora e controle desse sintoma tão desconfortável.

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.