Você deixa tudo para depois? Conheça a Procrastinação.

procrastinar - imagemHoje vamos continuar falando sobre comportamentos e atitudes apresentados por algumas pessoas que atrapalham a sua dinâmica de vida, mas que a priori não são considerados transtornos psicológicos. Embora, esses comportamentos não tendo o tratamento adequado podem trazer um grande prejuízo para o funcionamento do sujeito.

Você é do tipo de pessoa que vai deixando tudo para ultima hora? Sabe aquela apresentação difícil do trabalho que você tinha uma semana para preparar e no primeiro dia você pensou “Amanhã eu começo, ainda tenho bastante tempo”. E no segundo dia não deu para fazer, porque você estava atolado de outras coisas pra fazer. Chega o final de semana e você pensa: “Vou descansar esse final de semana, eu mereço. Na segunda estarei renovada e isso será minha prioridade”. No entanto os dias vão passando e você vai, sempre, arranjando “desculpas” para não realizar a tarefa.

Os motivos que te levam a fazer isso podem ser vários, desde a dificuldade da tarefa até o fato de não gostar do trabalho. E ai quando você se dá conta o tempo passou esta em cima da hora, você faz tudo correndo, ou pede um prazo maior e entrega atrasada, ou foge do chefe para não ter que dar satisfação e vivencia uma situação bem estressante.

A todo esse adiamento damos o nome de Procrastinação. E isso acontece muito e com muita gente seja no ambiente de trabalho, na escola, na vida social, nos cuidados com a saúde e até mesmo com atividades da rotina. Acreditasse que isso acontece porque temos dificuldade de lidar com situações difíceis e que não nos darão prazer imediato ou em longo prazo.

Normalmente, o comportamento de procrastinar vem acompanhado de muito sofrimento, angustia, nervosismo, medo, perda da autoestima, peso na consciência, podendo levar ate a conseqüências mais severas como crises de ansiedade ou depressões. Pessoas com esse comportamento costumam, serem vistas pelas outras como irresponsáveis, imaturas, desorganizadas e acabam elas próprias acreditando nisso.

O que, talvez, muitas dessas pessoas não saibam é identificar que esse comportamento é um problema que esta afetando diretamente a sua vida e o seu funcionamento e que por isso devem e precisam buscar ajuda profissional. Porque sim, a procrastinação tem tratamento e o quanto mais rápido o sujeito for acompanhado menores serão os malefícios causados.

As formas e técnicas existentes para tratar essa atitude são varias. Com a ajuda do psicólogo o sujeito irá entender o porquê de se manter realizando um comportamento ruim, que prejudica a sua vida e irá aprender a não praticá-lo mais, mas para isso é preciso de acompanhamento. Por isso se você se percebe nesse movimento busque ajuda e faça o seu ano de 2017 diferente, não deixe só nas promessas.

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.