Transtorno Alimentar – Obesidade

obesidadeDando continuidade a nossa discussão sobre os Transtornos Alimentares hoje falaremos um pouco sobre a Obesidade. Antes de iniciar a apresentação desse novo tema, vamos lembrar, mais uma vez o que caracteriza os transtornos alimentares.

Dessa forma, os Transtornos Alimentares são síndromes psiquiátricas que se caracterizam por grandes e perigosas alterações do comportamento alimentar do indivíduo que podem levá-lo a magreza extrema, a obesidade, e a outros problemas físicos. Os principais Transtornos Alimentares são: a Anorexia, a Bulimia e Obesidade. Como supracitada, falaremos um pouco mais sobre a Obesidade, hoje.

A obesidade é o acúmulo de gordura no corpo causado quase sempre por um consumo excessivo de calorias na alimentação, superior ao valor usado pelo organismo para sua manutenção e realização das atividades do dia a dia. Dessa forma a obesidade acontece quando a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente. Uma forma fácil de identificar se você está com excesso de gordura é usar o IMC – Índice de massa corporal – se estiver acima de 30 é considerado obeso.

Nas diversas etapas do seu desenvolvimento, o individuo é o resultado de diferentes interações entre os seus aspectos genéticos (herdado através das gerações), o ambiente sócio econômico, cultural e educativo e o seu ambiente individual e familiar. Assim, cada pessoa apresenta diversas características individuais que a distinguem, especialmente em sua saúde e nutrição.

A obesidade é o resultado de diversas dessas interações, nas quais chamam a atenção os aspectos genéticos, ambientais e comportamentais. Assim, filhos com pais obesos apresentam maior risco de desenvolver obesidade, bem como algumas mudanças sociais, de vida podem estimular o aumento de peso em todo um grupo de pessoas. Recentemente, vem se acrescentando uma série de conhecimentos científicos referentes aos diversos mecanismos pelos quais se ganha peso, demonstrando cada vez mais que essa situação se associa na maioria das vezes, com diversos fatores. Ou seja, os fatores que definem e que causam a obesidade não é um ou dois, mas a associação de vários.

O excesso de gordura corporal não provoca sinais e sintomas diretos, salvo quando atinge valores extremos. Porém, esses pacientes apresentam algumas limitações como: a limitação estética, acentuadas pelo padrão atual de beleza, que exige um peso corporal até menor do que o aceitável como normal; limitações de movimento que pode causar infecções de pele, sobrecarga na coluna e membros inferiores e principalmente o aumento da pré-disposição para doenças e transtornos graves.

O tratamento da Obesidade deve envolver necessariamente a reeducação alimentar, o aumento da atividade física, o uso de algumas medicações auxiliares, eventualmente, e o acompanhamento psicológico.

A importância do acompanhamento psicológico é porque durante o tratamento iremos tratar a causa da obesidade facilitando que o paciente consiga manter o a perda de peso que ele conseguiu com a reeducação alimentar. Vocês devem conhecer alguém que passou por uma grande reeducação alimentar perdeu muito peso, mas voltou a engordar e até mesmo pacientes que já se submeteram  a uma cirurgia bariátrica e voltaram a engordar depois de um período. Isso acontece porque o paciente não tratou a causa da obesidade e ela volta a aparecer.

Dessa forma, se você conhece alguém que esta nesse processo de reeducação alimentar e tratamento da obesidade informe para ela a importância do acompanhamento psicológico.

Hoje enceramos o nosso ciclo de conversas sobre os transtornos alimentares, em breve voltamos como novos assuntos e curiosidades. Dúvidas, perguntas ou sugestões de temas deixem nos comentários que terei o prazer em respondê-los.

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.