Transtorno Alimentar – Anorexia

transtono_alimentar

Os transtornos alimentares são síndromes psiquiátricas que se caracterizam por grandes e perigosas alterações do comportamento alimentar do indivíduo que podem levá-lo a magreza extrema, a obesidade e a outros problemas físicos. Esse tipo de transtorno geralmente tem suas primeiras manifestações na infância e na adolescência e acometem mais as jovens mulheres.

A causa dos Transtornos Alimentares podem ser compreendidos como a soma de fatores: sociocultural, biológicos, psicológicos e familiares. Embora, alguns estudos atuais, estejam dando uma grande importância aos fatores sociais e culturais devido a pressão cultural por manter-se magro, que pode ser apenas para atender à um padrão estético e de beleza, ou pela exigência de certas profissões, aliada à presença de uma baixa autoestima. Pacientes com esse quadro tornam-se propenso à desenvolver um quadro de Transtorno Alimentar.

Os principais Transtornos Alimentares são: a Anorexia, a Bulimia e Obesidade. Apresentarei resumidamente cada um desses transtornos para que você possa conhecê-los. Começaremos falando da Anorexia, que talvez seja o mais conhecido de todos.

Na sua forma típica, a Anorexia se inicia, geralmente, na infância ou na adolescência. Tem o seu início marcado por uma restrição alimentar progressiva com a eliminação de alimentos que são considerados de grande valor calórico, como os carboidratos e doces. A partir de então, as pacientes passam a apresentar uma grande insatisfação com os seus corpos e passam a se sentir obesas apesar de muitas vezes já estarem bem magras. Nesse momento observamos a alteração da imagem corporal que é umas das principais características das pacientes com Anorexia.

O medo de engordar, outra característica essencial que auxilia no processo de diagnostico diferencial, passa a ser um companheiro dessas pacientes. Aos poucos, elas passam a viver em função da dieta, da comida, do peso e da forma corporal, restringindo seu campo de interesses e levando ao gradativo isolamento social. O curso da doença é caracterizado por uma perda de peso progressiva e continuada. O padrão alimentar vai se tornando cada vez mais secreto e muitas vezes até assumindo características ritualizadas e bizarras.

A autoestima da pessoa anoréxica está diretamente associada à forma corporal e ao peso. Sendo assim, a perda de peso é vista como uma conquista e autodisciplina, enquanto o ganho de peso é considerado um fracasso do autocontrole. Apesar de alguns indivíduos reconhecerem que estão magros, eles desconsideram as implicações que esse estado pode levar a saúde.

Os problemas fisiológicos decorrentes da Anorexia são muitos e esses podem levar o indivíduo a morte. O índice de mortalidade entre as pessoas com a doença é 12 vezes maior do que o número de mortes causadas por outras doenças que acometem jovens na mesma faixa etária. Os casos de mortes acontecem devido a complicações decorrentes da doença, como infecções importantes, alterações metabólicas devido à desnutrição, desequilíbrio eletrolítico, dentre outros.

Como explicado acima, a Anorexia, é um transtorno psiquiátrico grave, mas é importante lembrar que assim como outros existe tratamento que se for feito da forma correta pode fazer com que o paciente volte a ter uma vida normal. O tratamento terá como objetivo restaurar o comportamento alimentar adequado, e restabelecer o peso considerado normal para a idade e a altura do indivíduo. Fazendo com que o indivíduo atinja um equilíbrio clínico novamente. O tratamento deve ser conduzido por uma equipe multidisciplinar composta por psiquiatras, psicólogos, nutricionais, endocrinologistas, dentre outros.

Dessa forma, se você conhece alguém que está com problemas alimentares e apresenta um quadro semelhante ao que apresentamos acima, sugira que busque ajuda, pois com o tratamento correto conseguiremos restabelecer o equilíbrio desse sujeito.

Hoje falamos sobre anorexia no próximo post falarei um pouco mais sobre a Bulimia que é um outro Transtorno Alimentar. Dúvidas e perguntas deixem nos comentários que teremos prazer em responde-los.

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.