Saúde Mental, vamos falar sobre? Janeiro Branco

imag - 23.01O mês de janeiro ganhou um novo contexto a alguns anos atrás quando ficou conhecido com “Janeiro Branco”. Intitulada dessa forma, a campanha realizada nesse mês tem a intenção de orientar e abrir espaço para discutirmos os mais variados assuntos referentes à saúde mental.

Estudos apresentados pela OMS (Organização Mundial de Saúde) e Mistério da Saúde indicam que o Brasil experimenta um crescimento de problemas relativos à Saúde Mental/Saúde Emocional dos indivíduos que se reflete na sociedade.

Fazem parte dessa relação os altos índices de violência, de criminalidade, de suicídios, de alcoolismo, de drogadição, de depressão, de ansiedade, de preconceitos e de outros sintomas relativos a estilos de vida adoecidos que colocam em risco o equilíbrio mental, comportamental, espiritual e emocional dos indivíduos e das instituições sociais.

A campanha reforça a necessidade de expandirmos os nossos conhecimentos sobre saúde mental\emocional e com isso ficarmos em alerta para identificar e buscar ajuda quando necessário. O psicólogo Leonardo Abrahão, idealizador da campanha, ressalta que é preciso falar mais, pois ainda se discute pouco sobre o assunto. Ele afirma: “É através da Campanha Janeiro Branco, que pretendemos difundir um conceito ampliado de Saúde Mental/Saúde Emocional, como um estado de equilíbrio sem o qual não é possível viver satisfatoriamente em sociedade.

Escolhemos o mês de Janeiro para mobilização pelo fato do início do ano as pessoas estarem predispostas a pensar sobre as suas vidas, e também, a cor branca, pois, como em uma tela em branco, queremos incentivá-los a desenhar novas possibilidades em suas vidas”. Como o Leonardo ressaltou, todo inicio nos traz novas possibilidades e, tende, a nos motivar a fazer e pensar diferente. É preciso discutir o assunto, pois assim aumentaremos o nosso conhecimento e diminuiremos o preconceito existente em torno dele, pois ainda existe muito entorno dessa temática e isso impede que varias pessoas que precisam de ajuda não busquem e acabem piorando o seu estado emocional\mental.

Por isso, vamos conversar, vamos perguntar, vamos trocar ideia, vamos “usar” os profissionais da área para nos ajudar a falar sobre. Qualquer duvida estou a disposição.

Vamos conversar?

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.