O impacto do divórcio nas famílias com crianças

           divorcio_filhos_psicologo_separacao_pais_rafaela_camra.docx A separação dos pais, muitas vezes, é uma realidade confusa para a criança que pode vir a comprometer o desenvolvimento emocional dela caso isso não seja acompanhado e observado pelos pais em tempo hábil. Por isso, quando a separação se consumar ou ate antes disso, naquela fase na qual o casal já não tem mais harmonia e que as brigas começam a ser uma constante é preciso ficar de olho no comportamento dos pequenos. Por exemplo, comportamentos como: tristeza, agressividade, falta de apetite, dificuldades escolares, medos ou qualquer outro comportamento em um nível mais alto, fora do padrão normal do seu filho é preciso ser acompanhado de perto.

                 Para nós adultos o processo de divórcio é doloroso, mas somos capazes de entender os motivos pelos quais isto está acontecendo e conseguimos separar o término do casamento dos demais sentimentos envolvidos na relação. As crianças naquele momento podem imaginar que estão perdendo a família, o amor do pai e a da mãe e por isso é importante que a criança esteja ciente do que esta acontecendo.

                 Ações simples como:

  • Afirmar aos filhos que o papai e a mamãe continuarão o amando da mesma forma;
  • Fazer o menor número de mudança na rotina deles;
  • Enfatizar que apesar de agora eles irem morar apenas com a mamãe ou com o papai o outro estará sempre próximo fazendo visitas frequentes;
  • Deixar claro que eles não possuem culpa pelo o que esta acontecendo e que o divorcio não tem volta;
  • Evitar expressar sentimentos ruins sobre o cônjuge na frente do filho;
  • Cuidar e proteger o sentimento bom que ele tem pelo pai e pela mãe;
  • Não brigar sobre qualquer assunto na frente deles;

                As ações acima, entre outras, podem trazer maior tranquilidade para as crianças e tirar da cabecinha delas uma serie de dúvidas que ficam de como será a vida delas a partir daquele momento.

                 Não existe um segredo para tornar um divórcio indolor para as acrianças o que devemos e podemos fazer é dar a atenção que esse fato merece. Para a vida emocional da criança é uma grande mudança e um fator ocasionador de grande estresse. Diante disso, mamães e papais, não fiquem com receio e não deixem que o estresse, que vocês também estarão passando nesse momento, deixe passar despercebida a necessidade de ajuda. Nem todas as crianças precisarão de ajuda psicológica, mas grande parte delas sim. Então caso perceba mudanças no comportamento dos seus filhos procurem um psicólogo. Vale ressaltar que grande parte do que foi supracitado, também, se adéqua para os adolescentes.

              Se ficou com alguma dúvida sobre os impactos causados pelo divórcio nas crianças ou qualquer tema relacionado, deixe seu comentário através do formulário que está no final desta página, que terei o prazer de responder. Até a próxima!

Achou interessante? Compartilhe!

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Aguarde...

    Informe Seu E-mail

    Quer receber meus artigos sobre temas relacionados a psicologia? Medos, Stress, Ansiedades, depressão... Cadastre seu melhor e-mail.